A evolução já começou

Sistema de formação de viveiros com mudas sadias, associado ao plantio por Meiosi, está sendo adotado por produtores paulistas devido à rentabilidade e qualidade dos canaviais

Como o produtor reagiria se soubesse que poderia economizar milhares de reais no processo de reforma de sua plantação de cana-de-açúcar, aumentando a longevidade e a produtividade dos canaviais e contribuindo para a garantia da sanidade das plantas em relação às pragas?

Ilusão? Expectativa? Não. Hoje, isto já se tornou realidade comprovada por alguns agricultores do Estado de São Paulo. O AgMusa, sistema de formação de viveiros de cana com mudas sadias, associado ao plantio por Meiosi (Método Interrotacional Ocorrendo Simultaneamente) tem gerado grandes resultados nas propriedades paulistas.

CLICK NA IMAGEM E VEJA A MATERIA

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *